fbpx

Quarto Urban Jungle: veja dicas de como aderir à tendência!

6 minutos para ler

Se você adora plantas e quer se inspirar naquelas decorações lindas com muito verde e elementos naturais em casa, aproveite as dicas deste post. Hoje, vamos falar sobre uma tendência em alta no Brasil: o conceito de Urban Jungle.

Isso mesmo! Cultivar e decorar suas plantas nos ambientes internos da casa ou do apartamento tem um nome definido, e está longe de ser algo simples como se imagina. Afinal, é preciso saber escolher desde os tipos de plantas, até mesmo a disposição e os cuidados corretos com cada uma delas.

Mas como nosso objetivo é sempre trazer dicas legais e úteis, confira o post até o final e saiba como montar sua sala ou quarto Urban Jungle cheio de estilo e vida! Boa leitura!

Afinal, o que é sala ou quarto Urban Jungle?

O conceito de ambientes Urban Jungle — ou selva urbana — nem é tão recente como se imagina assim. Afinal, mesmo na época do Brasil Colônia, parte da elite mais antenada já ensaiava decorar ambientes com espécies coletadas nas florestas tropicais, adicionando mais cores e vida na decoração de seus quartos, salas e jardins.

Evidentemente, as tendências mudaram e, hoje, ter plantas decorativas no interior da casa é algo muito mais comum do que tempos atrás. No entanto, é importante ressaltar aqui que o Urban Jungle é um conceito de decoração e não simplesmente um objetivo de transformar sua casa em uma floresta em plena cidade, ok?

Ou seja, há uma série de fatores e aspectos por trás dessa ideia, que permitem harmonizar seus ambientes com elementos naturais, permitindo assim unir beleza, bem-estar e praticidade.

E como montar uma sala ou quarto Urban Jungle?

Se você já tentou alguma vez ter suas plantas como parte da decoração de casa, mas por algum motivo, a ideia não foi para frente, seja por ter achado muito trabalhoso ou porque a planta não aguentou muito tempo, as dicas a seguir podem ser muito úteis para você retomar seu projeto de Urban Jungle.

Sendo assim, sem grandes delongas, vamos direto aos pontos essenciais.

Escolha espécies que se adaptem melhor ao clima local

Esse é o primeiro ponto a ser levado em consideração ao montar uma sala ou quarto no estilo Urban Jungle. Afinal, cada planta reage e tem uma resistência diferente, conforme o clima de sua região.

Isso vale principalmente para espécies mais sensíveis e que necessitam de cuidados especiais no dia a dia. Ou seja, a dica então é pesquisar antes de comprar ou cultivar suas mudas. Você pode obter algumas informações na internet ou mesmo consultar especialistas nas lojas.

Para facilitar, a gente adiantou algumas sugestões práticas de plantas para decoração fáceis de encontrar nos centros urbanos no Brasil:

  • Pleomele: linda e bem resistente, ela pode ser plantada em vasos de pequeno e médio porte, sendo facilmente adaptada a climas amenos e quentes, desde que receba um pouco de luz e água diariamente;
  • Lírio-da-paz: clássica entre as plantas para decoração, esse lírio é típico da mata atlântica, resistindo bem a ambiente internos com climas mais quentes e úmidos;
  • Palmeiras: há uma variedade enorme de palmeiras para decoração e, quase sempre, se adaptam a ambientes fechados;
  • Singônio: além de se destacar com suas tonalidades, essa planta para decoração se vira bem em diferentes climas e em ambientes internos.

Considere a luminosidade do ambiente

A maior parte das plantas precisa de uma exposição diária ao sol para sobreviver e crescer saudável, mas isso também é muito variável.

Há espécies que necessitam de muita luz, enquanto outras se dão melhor com pouca ou nenhuma exposição. Algumas das sugestões citadas se encaixariam aqui também, como o Singônio e a Pleomele.

Mas há outras dicas de plantas que podemos compartilhar nesse quesito. Confira:

  • Rhipsalis;
  • Jade;
  • Dracena;
  • Zamioculcas.

Aposte também em plantas mais resistentes

Se você é iniciante no conceito de Urban Jungle e está começando agora com suas decorações com plantas em casa, a dica então é partir para algumas espécies que não têm erro. Estamos falando, por exemplo, de suculentas, cactos e outros tipos que são literalmente “duros na queda”.

Há uma infinidade de possibilidades nas lojas e floriculturas, com diversos tamanhos e formas de instalação. Como sugestão para quem quer algo de porte maior, é possível apostar nas belíssimas Jiboias ou em uma Costela-de-adão. Ambas se desenvolvem rápido e podem ocupar bons espaços no quarto ou na sala.

Já para médio porte, a tradicional Espada-de-são-jorge é fácil e prática, além de agregar aquele ar de “brasilidade” ao espaço. Já para as prateleiras e vasos pequenos, aposte na Echeveria Carnicolor ou Haworthia Fasciata, suculentas clássicas e lindas.

Combine elementos naturais

Além das plantas para decorar seus ambientes Urban Jungle, outros elementos são bem-vindos, como quadros, nichos, grades, luminárias, prateleiras, enfeites, tapetes etc.

Nesse caso, a dica é sempre trazer algo mais natural e que se enquadre com o estilo, como peças em madeira, ferro, palha, sisal, cordas etc. Não há uma receita pronta! Portanto, use e abuse de sua imaginação, pegue referências em outros projetos e crie também suas próprias ideias.

Tenha atenção aos móveis e às tonalidades do espaço

Os móveis também complementam a ideia de Urban Jungle e, portanto, recomenda-se sempre optar por materiais que tenham alguma pegada mais natural, como madeira ou vime.

Mas mais uma vez, não se prenda a um único estilo ou padrão, ok? Afinal, outros materiais também podem cair bem dentro de um quarto Urban Jungle, como ferro industrial e até mesmo modelos mais comuns como peças em MDF. Logo, crie e reinvente!

Essas são algumas dicas essenciais sobre plantas para decoração de casa, além de informações sobre o conceito de criar uma sala ou quarto Urban Jungle. Vale destacar ainda que quem opta por esse estilo não está apenas trazendo mais beleza para o interior, mas também mais vida, cores, saúde e bem-estar. Sendo assim, mãos à obra… ou melhor, mãos à terra!

Curtiu as dicas sobre decoração Urban Jungle? Então, compartilhe em suas redes sociais e leve o conceito aos seus amigos e familiares.

Posts relacionados

Deixe um comentário