fbpx

Planejamento para engravidar: 6 passos antes de se tornar mãe

4 minutos para ler

Quem pretende constituir família sabe que a chegada do bebê é bem-vinda em qualquer momento. Apesar disso, nada impede que uma mulher aguarde o resultado positivo com cuidados específicos; afinal de contas, a confirmação de uma gravidez planejada também pode ser uma surpresa agradável.

E você, futura mamãe? Já começou o planejamento para engravidar? Acompanhe este post e veja 6 passos importantes!

1. Marcar uma consulta ginecológica

As visitas ao ginecologista fazem parte da rotina de qualquer mulher e são extremamente importantes para quem tem o objetivo de engravidar. Em uma consulta, é possível avaliar a saúde dos órgãos reprodutivos e do organismo como um todo.

Aproveite o momento para contar ao médico se você tem algum problema crônico de saúde ou se está fazendo uso de alguma medicação. A partir dessas informações, o profissional terá condições de indicar os cuidados necessários, como tomar determinada vacina ou realizar exames específicos.

2. Buscar informações sobre plano de saúde

Quem tem plano de saúde precisa se informar com antecedência sobre o tipo de cobertura que ele oferece — médicos, hospitais, exames — e, também, sobre a possibilidade de reembolso.

Na ausência de plano de saúde, saiba que você vai precisar contratá-lo no mínimo dez meses antes da data do parto. Algumas maternidades oferecem planos especiais para quem não tem cobertura, portanto, vale usar o dinheiro guardado nesse serviço.

Outra possibilidade é buscar atendimento gratuito pelo SUS. Para uma boa experiência de pré-natal na rede pública, pesquise sobre as unidades básicas de saúde da sua região e avalie a qualidade da assistência médica.

3. Informar os familiares sobre o planejamento para engravidar

Os detalhes do planejamento devem ser discutidos pelo casal, afinal, serão eles os responsáveis pela criação e educação da criança. Apesar disso, contar com a ajuda de familiares próximos pode ser positivo, principalmente para pais de primeira viagem.

Contar aos parentes que você pretende engravidar é um bom motivo para investigar o passado da própria família e da família do seu parceiro. Assim, quando der a notícia, pergunte às pessoas se existe histórico de problemas genéticos ou cromossômicos.

4. Cuidar da saúde com boa alimentação e exercícios

Um corpo saudável tem todas as condições para gerar e nutrir um bebê. Portanto, ao iniciar o planejamento de gravidez, consulte um nutricionista e certifique-se de ingerir todos as vitaminas e minerais que são essenciais para o organismo.

Alguns profissionais podem pedir que você comece a tomar ácido fólico, uma substância que previne a má formação fetal e que pode ser encontrada nas principais farmácias e postos de saúde.

Além de manter uma boa alimentação, não deixe de praticar atividades físicas leves, como caminhada, bicicleta e hidroginástica. Uma vida ativa ajuda a melhorar sua qualidade de vida e ainda reduz a ansiedade durante a espera pelo exame positivo.

5. Diminuir o consumo de cafeína

O excesso de cafeína no organismo pode afetar a capacidade de absorção de ferro, que é um elemento extremamente necessário na gravidez. Inclusive, existem indícios de que o alto consumo de cafeína pode diminuir a chance de concepção.

Para não ter problemas, evite bebidas e alimentos que contenham essa substância. Entre eles, está o tradicional cafezinho, refrigerantes em geral, alguns tipos de chá, chimarrão e até chocolate.

6. Organizar as finanças para o futuro

Uma criança traz muitas despesas, mas quem se organiza com antecedência tem a vantagem de poder prever custos. É importante que o casal dialogue sobre tudo, desde os gastos com o parto até questões de licença-maternidade e preço de creches.

Com esse levantamento, é possível iniciar o planejamento financeiro e organizar as contas para que a criança seja acolhida com total conforto. A economia também será positiva caso você tenha necessidade de mudar para um espaço maior.

Uma casa ou apartamento com um quarto extra, por exemplo, pode fazer toda a diferença na rotina da família que está crescendo. Nesse caso, procure escolher um imóvel localizado em um bairro seguro e próximo de boas escolas e hospitais.

Com o apoio de seu parceiro, amigos e familiares, é possível dar início ao planejamento para engravidar sem grandes preocupações ou dificuldades.

Quer mais conteúdos relevantes? Então siga a página da Bild no Facebook e no Instagram!


Posts relacionados

Deixe um comentário