fbpx

Como escolher o melhor umidificador para a família

2 minutos para ler

O tempo seco é um grande inimigo da nossa saúde nesta época do ano. A falta de chuva e o ar menos úmido do outono geram vários desconfortos respiratórios. Uma ótima alternativa para solucionar esse problema é o umidificador.

Mas, como escolher o mais adequado para sua casa? Preparamos ótimas dicas!

A função dos umidificadores é quebrar moléculas de água para transformá-las em pequenas gotinhas em um processo vibratório, impulsor ou evaporativo, que produz uma névoa geladinha liberada no ambiente. Assim, o ambiente recebe umidade, garantindo muito mais conforto para a família.

Ajudando a respirar melhor, o umidificador é ótimo para quem enfrenta problemas respiratórios como sinusite, bronquite e rinite e até mesmo para quem está passando por um resfriado ou gripe.

Na hora de escolher um modelo de umidificador, é muito importante prestar atenção na potência e na qualidade do equipamento, e também nas suas funcionalidades. Alguns funcionam por muitas horas sem precisar repor água. Outros desligam automaticamente ou ainda têm diferentes potências de vapor.

Basicamente, existem três tipos de umidificador. Conheça-os:

1 – Impulsor:

É o tipo mais simples de aparelho. Possui tecnologia que utiliza um disco de rotação para fazer a quebra das partículas de água, transformando-as em gotículas em formato de névoa que são lançadas no ambiente a uma alta velocidade por meio de um difusor.

2 – Evaporativo

Esse tipo utiliza um ventilador que impulsiona o ar na direção de um papel, espuma ou pavio de pano, absorvendo a água no reservatório. Dessa forma, o ar absorve a umidade dissipada no ambiente.

3 – Ultrassônico

É a tecnologia mais moderna, que tem recursos de controlar o consumo da água, da umidade no ambiente e o desligamento automático. Quebra as moléculas por um processo vibratório, criando gotinhas microscópicas que são lançadas no ambiente em forma de neblina.

Agora é só escolher o melhor tipo para você. São diversas opções no mercado! 😉

Você também pode gostar de ler: Casa inteligente: como a tecnologia está facilitando o dia a dia?

Posts relacionados

Deixe um comentário