fbpx

Conheça os diferentes tipos de apartamento e suas características

4 minutos para ler

Está à procura de um imóvel para sua família? Então deve ter notado como existem diferentes tipos de apartamentos. São tantos nomes, que você pode até ficar confuso, não é mesmo?

Com o objetivo de ajudar você a fazer uma boa escolha, selecionamos diversas informações sobre esse assunto. Você vai aprender como diferenciar cada tipo e, ainda, avaliar qual é o que mais se adequa ao seu perfil familiar. Confira!

Quais são os diferentes tipos de apartamentos?

Apartamento é qualquer unidade residencial em edifícios multifamiliares — ou seja, onde residem várias famílias. Os diferentes modelos de imóvel têm o objetivo de atender às diferentes demandas de pessoas e famílias.

Explicamos, a seguir, cada uma dessas categorias e sugerimos a quem são indicados. Independentemente do tipo, não deixe de observar as plantas. Lembre-se de que as inteligentes devem ser adequadas ao estilo de vida dos moradores.

Quitinete

A quitinete (ou kitnet) é um apartamento pequeno, composto por um ambiente único — que faz as vezes de sala, quarto e cozinha — e banheiro. É ideal para pessoas solteiras e que não recebem muitas visitas. Geralmente, sua metragem não é superior a 40 m².

Loft

A ideia surgiu da transformação de imóveis comerciais em unidades residenciais. São apartamentos com pé-direito bastante alto, bem amplos e ambientes totalmente integrados — com exceção, claro, do banheiro.

É o tipo de habitação ideal para pessoas solteiras e que gostam de receber visitas. Casais sem filhos também podem optar pelo loft, se levarem em conta que precisarão deixar um pouco da privacidade de lado.

Estúdio

O estúdio (ou studio, em inglês) tem um conceito muito próximo do loft. A diferença está no tamanho e na divisão do espaço: diferentemente do anterior, é um pouco menor e possui algumas subdivisões internas, como nos dormitórios. É uma opção melhor para casais sem filhos e que não querem abrir mão de momentos de privacidade.

Apartamento padrão

Esse é o tipo de imóvel com o qual estamos mais acostumados. Possui as divisões tradicionais de quartos, sala, banheiros, cozinha. Dentro da categoria, há também outras subdivisões, em geral, diferenciando-os pelo número de dormitórios, vagas e também de suítes.

É uma opção curinga: atende tanto a pessoas solteiras quanto a casais com e sem filhos. Basta procurar aquele com o número de dormitórios adequado ao tamanho da família.

Duplex e triplex

Aqui estamos falando de apartamentos de dois ou três andares, respectivamente, que compõem um único imóvel. O acesso entre os andares se dá por escada ou elevador interno. Geralmente, são amplos, interessantes para quem gosta de bastante espaço ou tem uma família grande.

Cobertura

Se você procura espaço, esse pode ser o apartamento ideal. Como o nome sugere, é o que se encontra no último andar do prédio. Costuma ter metragem elevada — às vezes, o dobro do padrão. Com relação à estrutura, ela pode ser a mesma de um apartamento padrão, duplex, triplex ou penthouse.

Penthouse

É uma cobertura de um andar, que ocupa toda a área do ático (último pavimento da edificação). Possui uma metragem generosa, arquitetura luxuosa e, normalmente, espaços ao ar livre e terraços.

Giardino ou garden

É o apartamento localizado no andar térreo — e, por isso, possui espaço para um jardim ou quintal. Se você mora, já morou ou sonha em morar em uma casa, esse tipo é uma boa opção.

Townhouse

É um imóvel de 2, 3 ou 4 andares, em que cada um deles é uma unidade habitacional diferente. Internamente, sua divisão costuma ser como a de um apartamento padrão — e, portanto, pode ser a solução de residência para os mais diferentes tamanhos de família.

Agora que você já sabe como diferenciar os tipos de apartamentos, sua procura será mais fácil. E, se quiser mais informações e dicas, curta nossa página no Facebook e fique por dentro das nossas atualizações

Posts relacionados

Deixe um comentário