fbpx

Como morar sozinho e com conforto? Veja o melhor tamanho de imóvel!

6 minutos para ler

Sair da casa da nossa família é uma grande decisão, que demanda uma série de mudanças na vida de qualquer pessoa. No entanto, esse é um momento que chega para qualquer um e que, ao contrário do que possa parecer em um primeiro momento, traz uma série de vantagens. Mas afinal, você sabe como morar sozinho e com conforto?

Antes de investir em um imóvel, é importante entender um pouco mais sobre as suas próprias necessidades e as características que a propriedade precisa ter para que você possa manter sua rotina e experimentar todo o aconchego do seu novo lar. Continue lendo e descubra como fazer isso!

Quais são as principais vantagens de morar sozinho?

Como dissemos, sair da casa da nossa família pode ser algo desafiador, porém, também é um momento de conquista. Para começar o conteúdo, vamos mostrar algumas das principais vantagens de morar sozinho. Veja abaixo alguns exemplos.

Privacidade

Uma das principais vantagens de morar sozinho é a privacidade. Você conhecerá o termo na sua mais real definição, podendo andar pelo imóvel do jeito que bem entender, não fechando a porta do banheiro ou arrumando as roupas do armário da forma que desejar. Brincadeiras à parte, você terá um conjunto de pequenas liberdades valiosas para usufruir todos os dias.

Além disso, se você é daqueles que tem mais produtividade tarde da noite ou mesmo durante a madrugada, não haverá problema em deixar as luzes acesas ou em preparar uma refeição fora de hora. Todos os espaços da propriedade serão exclusivamente seus, portanto, poderá usar os ambientes de formas que nem sequer sabia que existiam.

Independência

Outra das principais vantagens de morar sozinho é a independência. Afinal, sua casa, suas regras: é você quem toma todas as decisões. Você vai poder ter os seus horários, arrumar a casa do seu jeito, decorar o ambiente de acordo com a sua personalidade e não precisar mais dar satisfações. Seus desejos serão definitivos, não importando se prefere cores muito vibrantes ou obras de arte alternativas.

Maturidade

Aprender como morar sozinho também é um convite para a maturidade, por meio de aprendizados no cotidiano pelos quais você descobrirá que a ausência das pessoas que mais ama pode ser valiosa para sua formação enquanto ser humano. Isso faz com que a gente valorize até os atos simples do dia a dia.

Se não era você quem lavava a sua roupa ou limpava a casa, prepare-se: agora tudo depende do seu próprio empenho. Para muita gente, o começo dessa empreitada acaba sendo um verdadeiro choque de realidade, mas o saldo final de tamanho desafio se torna o amadurecimento que as experiências trarão com o passar do tempo.

O que considerar para decidir o tamanho do imóvel?

Agora que você já está familiarizado com as principais vantagens de morar sozinho, é bem provável que já esteja querendo fazer as malas e preparar a mudança. No entanto, para tomar a decisão mais adequada, é preciso saber o que considerar para decidir o tamanho do imóvel. Confira abaixo!

Estilo de vida

O primeiro item a ser considerado para decidir o tamanho do imóvel é o seu próprio estilo de vida. Esse aspecto dá uma boa ideia da metragem necessária para que você viva com conforto e em um lugar aconchegante. Afinal, quem passa muito tempo fora de casa, por exemplo, tem demandas e necessidades totalmente diferentes de quem trabalha em home office.

Se você viaja muito e só usa o local para dormir, flats ou unidades de 1 quarto podem ser a solução perfeita, unindo praticidade e bom preço, sem causar tantas dificuldades ou incômodos. Já para quem vive sozinho e gosta de receber convidados, uma propriedade de 2 quartos pode ser uma boa pedida, ganhando um espaço para hóspedes e/ou um escritório.

Animais de estimação

Quem tem animais de estimação, como cachorro e gato, definitivamente tem demandas diferentes na hora de comprar um imóvel. Tudo depende da quantidade e da espécie do seu pet, mas o fato é que você precisará de um pouco mais de espaço e, se for o caso, até de um local para eles brincarem, como uma varada ou área de serviço.

Sendo assim, considere as características específicas do lugar para tomar uma boa decisão de compra. Se a sua opção for por um prédio ou um condomínio, é imprescindível verificar quais são as regras estipuladas, de forma que você possa conviver bem e sem problemas com os vizinhos.

Hábitos sociais

Os seus hábitos sociais são um fator a se considerar para decidir o tamanho do imóvel. Quem gosta de dar festas ou reuniões, para receber os amigos, colegas de trabalho e familiares, precisa de um espaço destinado a isso. O preço poderá ser um pouco mais alto, mas as suas necessidades serão bem atendidas.

Também pode ser interessante apostar em um apartamento de 2 quartos, para contar com a presença de um cômodo extra para os hóspedes, por exemplo. Uma alternativa é focar em prédios com áreas de lazer, como salão de festas, cozinhas gourmet e piscinas, de modo que você possa aproveitar sem maiores preocupações com o número de pessoas.

Capital disponível

Por fim, não dá para falar sobre o que considerar para decidir o tamanho da propriedade sem abordar o capital que você tem disponível para esse investimento. Ainda que o setor imobiliário seja bastante seguro e uma ótima escolha, não é ideal fazer aportes que possam prejudicar suas finanças e gerar dívidas fora do seu orçamento.

Ao entender como morar sozinho, o ideal é analisar as suas receitas e ver quanto você pode pagar por mês. Especialistas recomendam não comprometer mais do que 30% da sua renda, mas esse percentual pode variar. Uma boa escolha é apostar em regiões em crescimento, que podem custar menos e, em longo prazo, promover a valorização de imóvel.

Gostou de aprender como morar sozinho e com conforto? Quer conferir as melhores opções em apartamentos de 1 e 2 quartos? Então, não perca mais tempo e entre em contato conosco!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This