fbpx

Animais em apartamento: quais são os mais indicados?

4 minutos para ler

Todo mundo sabe que os bichinhos de estimação levam mais alegria e qualidade de vida aos lares. Pequeninos ou grandalhões, eles são capazes de divertir uma família inteira e se tornam ótimas companhias das pessoas que moram sozinhas.

Mas e quando o assunto é animais em apartamento? Será que existe uma lei sobre isso? E quem ainda não tem uma mascote, deve optar por qual espécie? Acompanhe o nosso artigo e tire todas essas dúvidas!

O que diz a legislação sobre animais em apartamento?

Você já deve ter se deparado com alguém dizendo que proprietários de apartamento só podem ter animais de pequeno porte ou, ainda, nenhum bicho de estimação. Será que isso é verdade?

De fato, a permissão ou não de diferentes espécies nos condomínios é uma dúvida comum entre pessoas que moram ou pretendem morar em prédios. Apesar das inúmeras opiniões, saiba que não há uma lei específica que regule a presença de pets nas unidades residenciais.

Inclusive, a constituição brasileira garante ao cidadão o direito à autonomia dentro da própria propriedade. Isso significa que o dono do apartamento pode ter o que quiser dentro de seu imóvel. Em outras palavras, é possível ter animais no apartamento.

Se, por acaso, a convenção do condomínio quiser proibir a presença de um bichinho no edifício, ela estará indo contra a ordem pública, princípios do direito e a própria constituição  e é importante que os moradores saibam disso.

O que vai determinar a boa convivência é o modo como cada pessoa vai criar seu pet. Além disso, é preciso ter bom senso para que os hábitos da mascote não incomodem os vizinhos e não interfiram na rotina de uso das áreas comuns.

Quais são os animais mais indicados?

Sabendo que é permitido ter animais em apartamento, você pode questionar: existe um bichinho ideal para quem é proprietário desse tipo de moradia? Para facilitar a sua escolha, listamos os pets mais indicados e os cuidados necessários com cada um deles:

Cães

Os preferidos dos brasileiros não poderiam ficar fora da lista. Na dúvida, prefira adotar um cachorrinho de pequeno porte ou uma raça que se adapte bem à vida em apartamento.

Mas atenção: os cães são bastante carentes e demandam atenção constante para que não fiquem tristes ou adoeçam. Portanto, se você é o tipo de pessoa que passa muito tempo fora de casa, não deixe de passear com o bichano nas horas vagas. O ideal é procurar por parques ou áreas verdes próximas do imóvel.

Aves

Para quem quer se ver livre da sujeira ou não abre mão de uma bela cantoria, as aves são excelentes escolhas. Outra vantagem é que a criação dos pássaros é de baixo custo. 

Na hora da compra, é essencial verificar se o comércio da espécie escolhida é autorizado pelo IBAMA e se o animal vem de criadouros legalizados.

Gatos

Extremamente dóceis e independentes, os gatos são companheiros perfeitos para pessoas calmas. Por passarem boa parte do dia dormindo, eles exigem pouco espaço para que se sintam confortáveis.

Mas não se engane com a tranquilidade do bichano, já que ele pode aproveitar janelas e portas abertas para dar uma escapadinha. Para evitar que isso aconteça e coloque seu pet em perigo, a dica é instalar telas em todas as aberturas do imóvel.

Roedores

Hamster, coelho, porquinho-da-índia, furão e chinchila são bastante interativos e gostam da companhia humana. Ainda assim, esses pequeninos podem passar longos períodos sozinhos sem nenhum problema.

Se você trabalha fora e tem pouco espaço disponível, considere adotar um roedor. Apenas redobre a atenção quando soltar o animal para dar umas voltinhas na casa, já que ele pode acabar se perdendo entre os móveis.

Peixes

Grande aposta se você quer um animal bonito e silencioso. Existem espécies ornamentais para todos os gostos, sem contar que um aquário cheio valoriza a decoração dos ambientes. Para garantir vida longa aos peixinhos, mantenha-os longe do alcance de outros pets e capriche nas limpezas do tanque.

São muitas opções para quem quer manter animais em apartamento. Agora, compare as nossas sugestões com a sua rotina e hábitos diários para encontrar o bichinho ideal.

Quer ajudar outras pessoas na escolha? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais!

Posts relacionados

Deixe um comentário